liberte seu texto!

O Senhor Ninguém

O SENHOR NINGUÉM - Eraldo Gallindo - Mal despontava a manhã, lá ia o homem cumprir religiosamente sua tarefa de todos os dias: recolher o lixo das ruas. Carregava às costas um saco de estopa…