liberte seu texto!

Almas Duplas

34

Minha pequena grande mulher, não esqueça nunca serei perfeita o bastante pra você.
Embora eu tente te acompanhar e esquecer as dores causadas pelo passado, tudo é uma questão de tempo, para que a dor seja cicatrizada. E parece que foi ontem que essa dor começou a ser curada com tua presença, afagando a minha alma de todos os demônios que me perseguem. Quero ser seu grande amor, grande porque o amor se torna imensurável perto de pessoas brilhantes como você.
Se as minhas palavras te magoaram, peço-te perdão, elas saem em momentos não raciocinados.
Não cala a tua voz diante de mim, levanta essa cabeça e olha para mim, descarrega essa dor que o mundo te pôs em meus braços, faça de mim a tua morada, faça de mim sua confidente, um apoio, que tal uma base? Perde esse teu medo de me amar, preenche teu peito de coragem e vem gritando que me ama.
Eu quero ser bem mais que sua amiga, quero ser cúmplice de um crime imperfeito, quero ser o teu brilho no escuro, o teu fogo na noite fria, o teu afago nas horas de dores. Não quero ser aquela que fecha a porta na sua cara e esquece de tudo, para não voltar atras.
Largaria tudo nesse momento, e iria aí te por em meus braços para nunca mais soltar. Esqueceria da minha história, para escrever uma nova história com você, te abraçando até o fim, até a parte em que nossos olhos fecham, mas as almas se encontram no finito…


GOSTOU DO TEXTO?
Envie sua avaliação e/ou comentário!

0 nota (0 votos)
Criatividade e estilo0
Ritmo e nexo0
Linguagem e gramática0
avaliações: avaliar
Filtrar por:

Seja o primeiro a avaliar.

User Avatar
verificado
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

mostrar mais
{{ pageNumber+1 }}
avaliar