liberte seu texto!

O que esperam, o que esperar

19

Ir ou cair. Correr ou caminhar. Cair é cinquenta por cento. Ir é decisão. E se cair outros cinqüenta, já era. Ir é o que esperam de ti. Cair, todos esperam. Ir exige. Caminhar e correr. Ir é muito louco. Cair é morrer, é esquecimento. E quando te esquecem já não adianta querer ir. Cair te expõe. Ir te convida. Cair é medo. Ir dá vitória. Cair é multidão.
Ir é Broadway! Cair te olha. Ir é olho no olho. Caminhar te leva. Correr faz voar. Cair te leva ao fundo. Ir, aos holofotes. “Vai no salto” que te esperam. Cair é vestidinho.
Ir é tomara que caia vermelho de renda. Paixão. Amor ativo, quente. É esperar, é dar tempo. É caminhar junto. Caminhar vai longe. Amar. Pode ser bom descobrir onde pode nos levar. Correr, tropeçar. E se cair for: parar, esperar, reparar e levantar inteiro? Cair é guerra. Ir é ocupação. Cair na repressão, não e não. Cair será desconectar de tudo isso? Ir, se conectar? Não sei. Caminhar por essa trilha desperta surpresas. Uma dica: assistam ao filme “O Círculo”. Vale parar por cem minutos, escutar e pensar – que o Mercer não tenha morrido em vão. Ir fundo pode te levar a falta total de privacidade. Cair traz a tona memórias de um tempo de silêncio, sozinho, aparentemente desconectado. Ligações sem fim te esperando sair das sombras do teu descanso. Se cair, pede ajuda, espera a mão amiga. Ir pode te afastar. Sei não, ir pode te perder. Cair é analisar. Sonhar um sonho antigo. Ir é abusar. Adentrar. Caminhar é vinho, é lento, é troca. Correr é suquinho. Cair é sentar. Ir é correr e não ver. Correr do quê? “Cair na farra”. “Ir atropelando”. As coisas mudando. Esperar foi correr contra o tempo. Espero o céu. Decepção. Cair é transgredir. Ir, se esconder. Ir, aparecer. Ir, transbordou. Cai na real, quero tomar meu vinho sem ir parar na “nuvem”. Estar nas nuvens é divindade, todo mundo quer! O tesão te leva. Aparecer?, por respeito pergunte a quem quer. Não é ruim, não é um tratado, não é uma tese. Todos colidimos, topamos, encontramos, estamos por aí. Tempo e esperança, nossa privacidade, privilégio. Seja você, caminhando, parado ou correndo. A parada é nossa, ir e vir é direito, é nossa vida, não aceita o vazio.


GOSTOU DO TEXTO?
Envie sua avaliação e/ou comentário!

    0 nota (0 votos)
    Criatividade e estilo0
    Ritmo e nexo0
    Linguagem e gramática0
    avaliações: avaliar
    Filtrar por:

    Seja o primeiro a avaliar.

    User Avatar
    verificado
    {{{review.rating_comment | nl2br}}}

    mostrar mais
    {{ pageNumber+1 }}
    avaliar