Persignou-se.

Foi o primeiro gesto do homem mais velho.

Estava lá. Sentado na cama, com o corpo pesado e relógio no pulso. Mai um movimento: olhou para baixo, viu a hora. Murmurou uma oração: “Pelo sinal da santa cruz, livrai-nos, Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.” Os gestos foram rápidos, quase automáticos. Uma reza. Um pedido. Talvez de saúde. No quarto, uma rede, um antigo guarda-roupa, uma janela. No canto, ao fundo, roupas sobre uma cadeira. Sobre o homem mais velho, pendia uma lâmpada. Velho doente, imóvel, delirando.

Persignou-se.

Com os olhos vidrados, parecia procurar alguma coisa (ou alguém).

É noite, e o silêncio só é interrompido pelo pio da coruja. No mesmo quarto, deitado na rede, está um jovem. Os dois homens estavam juntos mais uma vez. Aproximando-se do homem mais velho, que terminava a reza, o jovem senta-se ao seu lado. Talvez estivesse esperando um pedido de ajuda. Um olhar… Então, com gestos suaves, deitou o homem mais velho na cama, colocando sua cabeça sobre o travesseiro.  

Assim que aquele homem fechou os olhos, o jovem, deitado na rede, imaginou um diálogo: 

— É a tua casa! Lembra-te?

— Lembra-te da longa jornada que fizeste? Lembra-te?

— Lembra-te quando chegaste nestas terras? Lembra-te?

— Vieste de longe. Trouxeste mulher e filhos! Lembra-te?

— Lembra-te dos apuros, da pobreza? Lembra-te?

— Lembra-te da casa velha!  A casa dos onze? Lembra-te?

— Lembra-te de mim? Lembra-te?

O jovem persignou-se. Mas não consegue dormir. Naquela noite, olhando para o homem mais velho, deseja:

— Dorme, caro senhor! Dorme!

         — Dorme e sonha com os tempos de glória!

— Sonha com o sabor da juventude! Sonha!

— Sonha com a mulher amada! Sonha!

— Sonha com os filhos! Sonha!

— Sonha! É o que podes fazer!

         — Sonha!

 

 

Gostou do texto? Curta, comente, avalie!
Envie comentário e/ou avaliação Cancel
Comentários para: Persignou-se

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gosta dos textos de Luis Fernando Almeida? siga também nas redes!

Receber aviso quando este autor publicar um texto?

me avise por email
X

me avise por email

E-mail :*

Tendência

inscreva-se e receba novos textos a cada semana na sua caixa de mensagens