1. Atualidades
Quanto ensinamento ali eu vi! Naquele bonito e reservado espaço, crianças encerravam a etapa escolar antes denominada de Alfabetização, posteriormente Doutores do ABC, e agora, um título mais abrangente Pequenos Leitores e Escritores. Ah se essa última palavra constasse no título correspondente ao meu tempo de alfabetizando. Achei legal essa responsabilidade de leitor-escritor. Um livro…
  1. Erótico
  2. Oficina Santa Sede
O causo aconteceu em algum novembro. E a Dona Eva me contou bem assim… Se imaginasse a falta que me faria agora, jamais teria plantado aquela semente fálica. Sempre tive a mão boa, é verdade, mas não depositava muita esperança naquela mudinha de tico murcho, quase sem vida. Foi com surpresa que, em tão pouco…
  1. Atualidades
  2. Conto
  3. Poética
Luto deve ser algo que todos temos em comum, mas parece diferente em todos. Alias não é só pela morte que temos que sofrer. É pela vida, pelas perdas, pelas mudanças. E quando imaginamos porque algumas vezes é tão ruim, porque dói tanto temos que nos lembrar que isso pode mudar instantaneamente. Lembrando-se que um…
  1. Oficina Santa Sede
  2. Poética
Durmo tarde. Levanto amassado. Engomo a roupa. Percorro longos caminhos. Desvio de bons atalhos. Misturo as estações, me perco nas filas. Embarco, por sorte. Piso na grama, de sapato. Almoço qualquer comida, engulo qualquer sapo. Recuso convite para um chopp. Declino da dança. Perco o passo. Ignoro o verso, mais ainda o parágrafo. Fujo da…
  1. Atualidades
  2. Política
Cogito, ergo sum normalmente traduzida como “Penso, logo existo” é o mais popular pensamento de Descartes. Ele surgiu da dúvida absoluta do filósofo francês, que buscava chegar ao conhecimento completo e para isso entendeu que precisava duvidar de tudo o que já estava posto. Descartes já nos deixou há mais de 350 anos. Apesar de…
  1. Atualidades
  2. Humor
  3. Política
Motivação é um atributo indispensável nesses tempos indóceis que estamos tropeçando, digo, atravessando. Claro, o sujeito motivado consegue atingir melhores resultados, entrega mais e melhor, chega mais longe. Ter um motivo para agir faz toda a diferença. Agora, um burro motivado, aclamado e empoderado, pode colocar entulho e acima de todos e tudo por água…
  1. Atualidades
  2. Diversão & Arte
  3. Humor
  4. Oficina Santa Sede
  5. Relacionamentos
A globalização aproxima diversas sociedades em âmbitos econômicos, sociais e culturais. Os últimos anos mostram a enorme velocidade desta expansão de ideias, que deixam o mundo cada vez menor e alteram o formato das relações entre as pessoas. – Oi Paulo, tudo bom cara? Que saudade! — Jair chegava na casa do seu amigo que não via…
  1. Diversão & Arte
  2. Humor
  3. Oficina Santa Sede
DECRETO Nº. 2.468.245.982.403, de 21 de dezembro de 2018. O GOVERNADOR DO ESTADO DO TEMPO, no uso da atribuição que lhe foi conferida há 4,6 bilhões de anos, por DEUS, e de acordo com as leis superiores, DECRETA: Art 1º. Está aberta oficialmente a temporada de verão no Rio Grande do Sul. Art 2º. Ao…
  1. Atualidades
  2. Oficina Santa Sede
  3. Poética
  4. Política
  5. Relacionamentos
Passei por essas plácidas colinas E vi do asfalto, barulhento, tiroteio findar vidas de forma repentina. Vejo o homem da milícia, armado domina o morro: algoz dessas ruínas que exclama com clareza: aqui o caralho! Ó coragem “do polícia”! Ó vasta desolação da viúva, estéril esperança que o não retorno a casa devasta. Largas enchentes…
  1. Atualidades
  2. Diversão & Arte
  3. Oficina Santa Sede
  4. Poética
E agora, Verão? O happy hour acabou, a piscina fechou, a brisa sumiu, a noite chegou, e agora, Verão? e agora, Você? Você que não é ameno, que esquenta os corpos, Você que traz lembranças, que anima, enfraquece? e agora, Verão? Está sem guarda-sol, está sem biquini, está sem caipirinha, já não pode beber, já…
  1. Atualidades
  2. Oficina Santa Sede
  3. Relacionamentos
Abraço: Flexão do verbo abraçar na: 1ª pessoa do singular do presente do indicativo. Substantivo masculino da ação de envolver algo ou alguém com os braços, mantendo essa pessoa ou coisa próxima ao peito; amplexo; demonstração de carinho, de amor, de afeto ou de amizade, geralmente feita após uma mensagem verbal ou escrita. Embora o…
  1. Atualidades
  2. Diversão & Arte
  3. Oficina Santa Sede
  4. Relacionamentos
Ouvi inúmeras vezes meus pais contarem que quando eu era pequeno, não podia passar em frente a um fliperama que queria entrar a todo custo. Até certa idade ficava sentado nos equipamentos, mexendo nos botões, achando que jogava. Mas quando passei a entender e controlar os comandos de verdade, o vício por aquele mundo virtual…
  1. Atualidades
  2. Humor
  3. Oficina Santa Sede
  4. Relacionamentos
Quando o despertador toca e me espreguiço para tirar o sono que ainda carrego em meus olhos, sempre abro a janela e olho para o meu jardim. Minha grama já passou do tempo de ser cortada. A bergamoteira este ano, sei lá, parece que não vai dar tantos frutos. Os pássaros pulam entre ela e…
  1. Diversão & Arte
  2. Humor
  3. Oficina Santa Sede
  4. Poética
Lá não conheço ninguém Lá tenho dança, castanhola e paella No bar que escolherei Vou-me embora para a Espanha Vou-me embora para Espanha Aqui estou na incerteza com o Zé Por lá serei mulher que dança Que toma caña e sapateia pra gritar: “OLÉ!!!!” Pedirei um café solo Comerei tosta com um madrileno sem encrenca……
  1. Diversão & Arte
  2. Humor
  3. Oficina Santa Sede
Às vezes me pergunto o que passa na cabeça de alguns pais para escolher determinado nome para o filho? Trabalhando na pediatria já me deparei com pérolas que, em alguns casos, tomei a liberdade de educadamente perguntar a origem. O público assíduo do hospital tem uma fascinação por consoantes, principalmente se for “y”, “w”, “ll”,…
  1. Oficina Santa Sede
  2. Relacionamentos
No tempo deste parágrafo, Nadir, que era “de Carvalho”, ainda era mãe só de uma, irmã de quatro, e filha. Anos à frente, passa tempo, seria também mãe de cinco, como Olívia, que era “de Oliveira”, sua mãe, a Vó. Um dia, do nada, se tornariam sozinhas, mulheres de maridos ausentes, jogadas no azáfama de…
  1. Oficina Santa Sede
Parabéns! Você acaba de adquirir o verão, a mais valorizada das quatro estações do ano. Caracterizada pelo elevado calor e dias mais longos. É o período preferencialmente reservado para as férias. PRECAUÇÕES DE MANUSEIO Ao utilizar o verão, observe a necessidade de aproveitá-lo descansando, de preferência no litoral ou beira da piscina. Caso insista em…
  1. Oficina Santa Sede
O cafajeste é um patrimônio nacional. Mesmo numa época que voga o politicamente correto, este personagem sem refinamento no trato social, atrevido e provocador ainda tem seu espaço no senso coletivo tupiniquim. As mulheres podem negar. Os homens podem dizer que não o admiram. Mas no fundo, todos nutrem um misterioso carinho por essa criatura…
  1. Poética
Quando tua respiração decaí sinto meus músculos se contraírem…É só isso que se leva do amor?A dor?A indiferença;A incerteza;A raiva e o ódio… Ah, não meu bem, enxugue as lágrimas elas não valem esse momentoEstarei vivo depois que a nuvem negra passar;Estarei me reerguendo firme com os punhos fechados;Pronto para recomeçar… Rasgando o peito por…
  1. Fantástico
  2. Oficina Santa Sede
Pairando no espaço, à sua frente, com o título “Planeta T – Itens a Regularizar” e um enorme carimbo “URGENTE” em vermelho no alto, o documento parecia desafiá-lo. Pensativo, sentado de lado na Alpha Centauri, o estagiário se remexia todo, incomodado, tentando coçar o traseiro numa das pontas da estrela, enquanto mordiscava um lápis. A…
  1. Relacionamentos
Fui apresentada a ele quando comecei a trabalhar. Era, de certa forma, uma situação inusitada, pois minha família não o apreciava. No escritório, parecia que todos gostavam e estavam habituados a ele, menos eu. Tentando disfarçar, eu participava das rodinhas de bate-papo com os colegas. Ele era presença constante em todos os acontecimentos. E sua…
  1. Oficina Santa Sede
  2. Relacionamentos
“É perigoso ter muitas mulheres. Quem tem seis, por exemplo, tem cinco oportunidades de ser enganado.” Antonio Maria   Florêncio entrou no bar e buscou a penumbra. O canto estratégico, mal iluminado e perto do banheiro masculino, o recebeu de sombras abertas, cúmplice de seu desejo de discrição. Dali ele teria uma visão privilegiada da…
  1. Conto
  2. Poética
Tinha aquela menina. Fazia o padre rifar seus pecados com a ave-maria-cheia-de-graça na ponta da língua e o aleluia por debaixo da batina, em uma oferta que desassossegava até as excelências mais castas, quando a boca entreaberta presenteava a língua à hóstia. Catequizada no rigor bíblico, nas frias salas do colégio das freiras, escolheu a…
  1. Oficina Santa Sede
  2. Relacionamentos
Segundo pesquisa recente, o primeiro amor, apesar de querido e bem reputado, é um conceito um tanto nebuloso para boa parte da população. Cerca de cinquenta por cento dos entrevistados não conseguiram precisar, ou definir, o momento em que descobriram estar lidando com ele. Entre respostas indecisas (“Acho que foi uma prima”, “Foi no cinema, estava…
  1. Humor
  2. Oficina Santa Sede
Jornal Top de Linha – Classificados Carentes – 01/02/2010 Homem Solteiro Procura – Loiro, alto, másculo, bonitão, financeiramente estabilizado. Procuro mulheres para relacionamento sério. Sou estilo Vinícius, poeta e exigente. Quero beleza e estereótipo, independente de raça. Pode ser uma bela espanhola, com sua morenêz forte e sua paixão flamenca, ou uma japonesa ninfeta colegial,…
  1. Diversão & Arte
  2. Oficina Santa Sede
Logo nas primeiras cenas, em belo preto e branco, uma estranha nave prateada, com formato de tampa de panela, aterrissa num amplo jardim, localizado no centro do poder. Ao mesmo tempo, comoção, paranoia e discussões inflamadas atingiam audiências mundo afora. O ano era 1951. E o filme, “O dia em que a Terra parou” (The…
  1. Fantástico
  2. Oficina Santa Sede
  3. Política
– Fechamos o lote principal? – Sim. Agora falta o outro grupo. Ocorrências diversas. – Vamos acabar logo com isso. Quem é o primeiro? – Esta figuraça aqui. Tentou subornar um policial que estava aplicando uma multa. – Típico marginal. Manda ver, lado esquerdo. Próximo. – Este aqui furou a fila do cinema. Várias vezes.…
  1. Oficina Santa Sede
  2. Poética
Exposto na penumbra, o quadro anônimo se esconde, delimitado por uma moldura já desgastada que abraça formas e sentimentos de uma cena quase surreal, e melancolicamente cotidiana. Na tela, alheio ao cheiro de linhaça e à textura embolorada, um homem e seu coração descompassado se misturam a outros elementos, esparsos, envoltos numa tonalidade tímida e…
  1. Humor
  2. Oficina Santa Sede
Lindomar era feio. Muito feio. Mas não o tipo “feio-normal”, daqueles que causam, à primeira vista, uma certa estranheza alheia, seguida de um enternecido e quase silencioso “putz, que dó!”. Tampouco era do tipo “feio-clichê”, cujo reflexo, dizem, quebraria espelhos e acumularia anos de azar. Na verdade, ele era do tipo que, de tão feio,…
  1. Relacionamentos
Um século os separava. Cinquenta provocados por ela. Cinquenta provocados por ele. Ele justificava sua metade, dizendo que a necessidade de prover o sustento da família o afastara da convivência domiciliar. Era preciso criar os filhos; porém, os filhos cresceram, e ele continuou distante, alcançando lonjuras cada vez maiores. Sua desculpa, agora, era velhice, pois…
  1. Atualidades
  2. Política
Por favor, não me peçam mais poemas ou crônicas. Não me peçam mais análises, opiniões, prognósticos. Não tecerei ensaios, artigos ou teses. Tampouco estou disposto a ler originais. Não, pelo amor de Deus, não! Não me mandem originais. Mas, acima de tudo, não me peçam discursos. Não me peçam para ouvi-los e, em hipótese alguma,…
  1. Relacionamentos
Eu vim a descobrir o que é o amor quando eu estava quase próximo aos 40. Por isso, demorei tanto tempo para arruinar minha vida. Sim, porque é isso que o amor faz conosco: eles nos leva à ruína. Não, claro que não faço referência ao amor-hora-expediente-certidão-em-cartório-dois-filhos-e-um-cachorro, que há quase um século, a publicidade e…
  1. Política
Morreu ontem. Falência múltipla dos órgãos. “Já foi tarde”, ouvia-se nas conversas no balcão da padaria, onde os jornais davam em primeira página: Morre seu Armando Justto, o último corrupto brasileiro. Os diversos processos por falsidade ideológica deixavam dúvidas quanto a sua verdadeira data de nascimento. Alguns garantiam que seu Justto, como ele gostava de…